quarta-feira, 23 de abril de 2008

Calandra Racing Concept - CRC Gen X.

Esta semana eu montei meu novo xodó um CRC (Calandra Racing Concept) Generation X. O chassis é lindo e muito bem feito. Este 1/12 tem um sistema de suspensão diferente que foge da tradicional barra “T”. Eu, com a experiência do Touring Car, achei muito mais fácil de achar um set-up ideal pois mexemos com mola de amortecedor e suspensaão e isso aproxima bem este 1/12 do TC.

Claro que são duas coisas diferentes pois um carro TC usa 6 células, tem sistema de transmissão por correias, redução através de polias centrais e de diff, CG mais alto e claro, tração 4x4 ou como é comumente chamado 4WD. Em um carro 1/12, como em todo Pan Car, o motor vai direto no eixo traseiro e o ratio é achado através de uma conta que leva em consideração o tamanho de coroa, pinhão e pneu!

Não existem correias e nem polias, e apenas um diferencial direto na coroa. O carro é 4x2 ou 2WD e usa pneu de espuma com bitolas diferentes. É algo muito legal de se andar e ter.

Bom, para montar um 1/12, mais exatamente o CRC você precisará das ferramentas abaixo:

Canhão - 3/16
Canhão - 9mm
Allen - .050
Allen - .063 (1/16)
Allen - .093 (3/32)
Allen - 2mm
Ball End Remover

Além disso , é preciso de servo e salva servo. Além claro de toda parte eletrônica!

Os servos ideais para os 1/12, não importando a marca são os seguinte:

Marca - Modelo
JR - 3550
JR - 3650
EXPERT - 451
HITEC - 225
FUTABA - 9650 (Usei este servo que é digital)
KO - 949
AIRTRONICS/SANWA - 94141
AIRTRONICS/SANWA - 94145

Pela montagem só posso comparar o CRC com o Cyclone 12 que foi o primeiro 1/12 que tive. O Cyclone 12 na pista era um excelente carro, muito rápido e fácil de guiar.
Bom, o amortecedor do CRC é muito mais elaborado e pelo que vi, um dos mais elaborados de todos os 1/12. Ele tem um sistema de oring, arruelas de teflon e uma esponja que deve ser ensopada com silicone e como vemos na foto o amortecedor vai montado ao contrário. Completando o sistema de amortecimento superior, vemos as barras de amortecimentos laterais. Então no amortecedor podemos trocar densidade de silicone e molas tudo isso com um custo muito baixo. Nas barras de amortecimento também existe a possibilidade de mudar a resitência da mesma através de silicone mais grosso.

O CRC não tem a barra “T” o que faz toda a função da barra são estes links fixos laterais e as molas mais ao fundo. Podemos usar 5 densidades de molas que vão de soft a Extra-extra-firm. A original é a branca média que vemos na foto.


A fixação da bateria é feita através de um oring grande como podemos ver nas fotos. O problema não é a fixação e sim a instalação da mesma pois para isso é preciso remover o amortecedor..... agora entendem por que listei um ball end remover. Sem ele é quase que impossível remover o amortecedor, muito difícil mesmo e chega a danificar o ball end do amortecedor. Com o ball end remover, a coisa fica muito fácil..... mais fácil do que qualquer outro sistema.


Este chassis é uma evolução do Carpet Knife que levou o nome de Generation X justamente por causa do suporte que fixa os bulkheads em forma de “X”. Todas as peças tem um encaixe perfeito e o carro é muito lindo, ainda mais com o CRC gravado a laser nos bulkheads e cubos traseiros. Os postes de bolha tem ajuste de altura com fixação através de Allen sem cabeça.

No bulkhead traseiro, tem uma fenda para passar o cabo do sensor do motor, algo muito bem pensado o que torna mais fácil ainda a instalação do motor.

A estrutura do carro é muito bonita, o servo fica em uma posição muito bem centralizada e nota-se que Frank Calandra preocupou-se com pequenos detalhes para chegar a um produto muito bom. Este já conta com o novo sistema de balança dianteira com fixação com pivot ball como na maioria dos carros nitro.

Em algumas marcas como o Cyclone 12 por exemplo, o chassis tem 2mm de espessura, sendo que o chassis de 2.5mm indicado para carpet e pisos com alto grip é opcional. Aqui no CRC, o chassis é um 2.5mm ou seja, o carro vem pronto para competir. No Cyclone era um eixo traseiro de aço, no CRC já é um eixo de carbono.
O carro conta com regulagens padrões também como camber, caster, bitola dianteira (track width), ride height e toe dianteiro. Todas estas regulagens são encontradas em todos os 1/12 de qualidade.

E este é o CRC Gen X pronto para voar baixo. Os pneus são os CRC PRO CUT que acompanham o kit. A bolha é uma Protoform Spee 12B que é mais indicada para motores 19T ou 10.5. A outra opção é a Speed 12 GTP que é a bolha indicada para modified.


Atualmente estou com um motor 10.5 mas assim que o dedo estiver mais afiado este carro vai encarar um 4.5. O motor já tenho e a bolha GTP está a caminho.

Mais um detalhe, o CRC é o carro que vi até agora com o melhor manual de montagem, neste item posso comparar com Hot Bodies, Corally e Associated. Também é muito fácil achar dicas, set-ups e suporte para este carro.

Quem quiser dar uma olhada no manual do CRC Gen X basta clicar aqui.


Nenhum comentário: