terça-feira, 26 de maio de 2009

Jason Neto ou Hamilton Button?

Balsa Nova - Foi a vez da sorte. Apesar de não ter sido rápido em momento algum do final de semana, o piloto curitibano Hamilton Neto da Dino Racing venceu a 3 etapa do campeonato paranaense de automodelismo radiocontolado, na categoria pro e André Tavares, piloto de Florianópolis, venceu na categoria light.

O ano de 2009 está sendo extremamente fantástico para o piloto Dino Racing, pois em sete provas disputadas foram cinco vitórias. “ Somente nas duas etapas do brasileiro a vitória não veio. Na etapa do PR, terminamos em quinto lugar, diga-se de passagem o melhor resultado dos pilotos paranaenses na corrida, e em Indaiatuba tivemos problemas em nosso rádio Futaba 4PK e sequer conseguimos classificação para a final. Aliás, aos amigos que solicitaram informações a respeito das falhas do 4PK, podemos dizer o seguinte: foi enviado o receptor para a Aeromodelli que o substitui gratuitamente e não tivemos mais problemas” disse Hamilton Jr. pai do piloto.

A etapa foi realizada na pista da STAR na fazenda da Sociedade Thalia e tivemos um grid de 29 pilotos participantes. Foi batido o recorde de inscritos na categoria Pró com 19 pilotos. Dois fatos marcaram positivamente a etapa: o retorno do ex-campeão brasileiro, paranaense e curitibano Fabiano Franco com X-Ray NT-1 às pistas e a estréia de um carro Mugem MTX-4 nas mãos do piloto Vitor Ohta.

Tomada de tempo de cinco minutos PRO B, vitória de Fabiano Franco, Clarel Castilhos da Dino Racing em segundo, Paulo Pimentel em terceiro, Felipe Stuani o quarto, Sandro Lopes o quinto, Willian Capitelli o sexto, André Ortega da Dino Racing o sétimo, Daniel Tavares o oitavo, Kenedi Quequi o nono e Nicolas Salmini da Dino Racing o décimo.

Tomada de tempo de cinco minutos PRO A, vitória do sempre rápido Kiddy Silva, Otavio Langowski é o segundo, Hamilton Neto o terceiro, Luiz Carlos o quarto, Jonas Ferstemberg é o quinto, Luiz Gonzaga da Dino Racing o sexto, Emerson Mendes o sétimo, Vitor Ohta aprendendo as reações do novo carro é o oitavo e Edson Lima, o taxista voador em nono lugar.

Vieram então as semi finais com duração de 25 minutos. Na SEMI B PRÓ, Vitor Ohta, já acostumado ao novo carro vence com Fabiano Franco em segundo, Otávio Langowski é o terceiro, Clarel Castilhos o quarto, estes conseguem ir para a final A. Capitelli o quinto, Paulo Pimentel o sexto, André Ortega o sétimo, Kenedi Quequi o oitavo e Luiz Carlos o nono lugar.

Na SEMI A PRÓ, vitória de Jonas Ferstemberg, Netinho é o segundo, Luiz Gonzaga o terceiro, Nicolas Salmini o quarto, Felipe Stuani o quinto, Kiddy Silva o sexto, estes conseguem ir para a final A. Edson Lima o sétimo, Emerson Mendes o oitavo, Sandro Lopes o nono e Daniel Tavares o décimo.

Na FINAL B PRÓ, vitória de Luis Carlos May o popular Tubarão, que termina a etapa em décimo primeiro, Emerson é o décimo segundo, Ortega o décimo terceiro, Edson Lima o décimo quarto, Sandro Lopes o décimo quinto, Paulo Pimentel o décimo sexto, Tavares o décimo sétimo, Capitelli o décimo oitavo e Kenedi Quequi o décimo nono.

Na FINAL A PRÓ, vitória de Hamilton Neto, Vitor Ohta, super satisfeito com o Mugen é o segundo, Jonas Ferstemberg é o terceiro, Clarel Castilhos em sua melhor prova do ano, termina em quarto, Luiz Gonzaga em quinto, Nicolas Salmini o sexto, Fabiano Franco o sétimo, Felipe Stuani o oitavo, Kiddy Silva o nono e Otavio Langowski o décimo.

Nicolas Salmini foi o grande nome da final, estava uma volta na frente de Netinho, andando mais rápido, quando o pack de baterias de seu carro acabou e houve perda de sinal. Seu mecânico substitui o pack e não percebeu haver colocado uma base mais leve pois o carro utiliza as baterias de lipo. Resultado: o piloto foi desclassificado por estar com o peso do carro abaixo do permitido pelo regulamento. Quem também andou rápido foi Vitor Ohta, tivemos a impressão de o MTX-4 ser um ótimo carro.

Na categoria light, domínio total dos pilotos de Santa Catarina. Apesar de Jorge Salmini ter feito a pole, durante a corrida teve problemas e deixou para os pilotos do estado vizinho as cinco primeiras colocações. Vitória de André Tavares, Everton Schlickmann é o segundo, Antonio Vill o terceiro, Leonardo Boell o quarto, Luciano Azzi o quinto, Luiz Gustavo o sexto, Salmini o sétimo, Emir Melhem o oitavo, Marcos Mafra o nono e Marcelo Stuani o décimo.

Hamilton Jr, o todo poderoso da Dino Racing, estava visivelmente satisfeito com o retorno de Fabiano Franco às pistas. “ Tenho certeza que grandes duelos irão acontecer daqui para frente, observei o pega entre ele e Otavio Langowski, foi como nos bons tempos da New Hobby. Além de ótimo piloto, o Fabiano é um terror de altíssimo nível no teclado de um computador. Aguardo ansiosamente em princípio pelos duelos de teclado, pois sem o Lincoln para ajudá-lo, na pista o Fabiano não assusta ninguém” cutuca o presidente.

A próxima prova é válida pelo campeonato catarinense e será realizada em Joinville neste domingo dia 31 de maio. Muitos pilotos demonstraram interesse de descer a serra e correr na pista da Expoville. Acreditamos que será uma grande corrida.

Fonte: Dino Racing
Fotos: Nilton Ohta

Nenhum comentário: