sábado, 17 de outubro de 2009

Inovação ou decepção?

Para quem esperava um chassis para uso tanto com NiMH como com LiPO então a XRAY veio com uma grande inovação mas aqueles que queriam um chassis para LiPo somenente, bom, o T3 é a maior decepção.

O chassis veio com algumas inovações sim, ele pode ser usado tanto com um tipo de bateria como com o outro. E dependendo do tipo de bateria você pode mexer na distribuição de peso apenas mudando a posição dos diff.

Os slots das baterias são maiores então com bateria de NiMH você posiciona a bateria mais para o centro do chassis e sua parte elétrica (speed e receiver) mais para fora assim o carro fica equilibrado.

Se o uso for para LiPo, você posiciona a bateria mais para fora e sua parte elétrica mais no centro do chassis claro que, tudo isso depois de mexer no posiocionamento dos diffs. Fazendo isso, o chassis fica equilibrado.

Os links deixam de ser fabricado com o famoso e resistente "spring steel" da Hudy e passa a ser fabricado em alumínio para deixar o conjunto mais leve. Toda a suspensão agora é independente, mas isso não é uma inovação pois outros modelos já usam este sistema faz tempo, a balança é fixada no chassis e possui agora mais regulagem de roll center além da tradicional 0mm, +0.75mm e -0.75mm.

Agora colocando arruelas embaixo do suporte das balanças você tem outro jeito preciso de obter uma regulagem de anti-dive, kick up e roll center.

Os steering blocks foram mudados para dar mais ângulo de direção e consequentemente mais velocidade na curva. O ponto alto é que o carro ficou mais flexível dando mais tração no conjunto e as peças são intercâmbiaveis entre T2 e T3 o que baixa o custo de manutenção.

Outras mudanças foram o salva servo e o ratio interno que passa a ser 1.9 pois a polia central foi mantida em 20T mas as polias do diff foram para 38T. A coroa continua na linha central do carro, independente do tipo de bateria que será usado. As molas que vinham na versão EU era 2.8 e 2.6, agora vem 3.0 e 2.6 ou seja, uma delas um pouco mais dura.

Quais foram as grandes inovações? O sistema de posicionamento de bateria, fixação das balanças de suspensão e a fixação do eixo central independente do upperdeck. O resto foram mudanças pequenas como salva servo, steering block, barras que passaram de 1.6/1.4 para 1.4/1.2, 3 pontos de fixação da barra traseira e algumas coisas que eram opcionais e agora fazem parte do kit. Na verdade, este kit deveria ser chamado T2 EVO ou T2'010 mas o T3 que todos esperavam era algo bem diferente do atual 009.

Todos os opcionais do T2'009 ainda podem ser usados e estarão disponíveis para o novo T3.

Fonte: XRAY

Um comentário:

Unknown disse...

Na minha opinião é decepção total...

isso aí é T2 010....


Felipe Franceschi