terça-feira, 30 de agosto de 2011

GT2, 4ª etapa em foco!

Foi um evento fantástico para os amantes e praticantes do hobby! Dia de sol, boxes lotados, carros na pista e motores roncando! É tudo que podíamos pedir aos céus, exceto, é claro, a vitória!

Antes das 09:00 da manhã já era difícil achar espaço nos boxes, mas, graças às excelentes instalações da CAAR, ninguém ficou sem lugar para preparar seu carro.

Inscrições feitas, ficamos com um grid de 7 carros e sentimos a ausência de Alexandre Hirata e Edison Gomez, que não participaram por motivos alheios e que ocupavam as primeiras posições do campeonato.

A tomada de tempo foi iniciada um pouco depois das 10:00 horas e a pista ainda estava um pouco escorregadia no final do “S”. Tínhamos que correr como pró e entrar na curva do “S” como RTR! Após muita disputa e todos dando o máximo de si terminou com Marcos Silva na pole e o Márcio Sanita em 7º porque seu sensor não marcou as voltas. Por que estou citando esse “probleminha”? Logo vocês vão ficar sabendo.

Entre a tomada de tempo e o início do primeiro hit ocorreram as tomadas de tempo da categoria 1/10 pró e light, onde os pilotos da RallyGame/GT2 auxiliaram na gandulagem.

Por volta da 13:30 horas foi dada a largada para o nosso primeiro hit e o piloto Luiz Gustavo (eu) foi punido com um “stop and GO” por queimar a largada. Durante a prova ocorreram algumas disputas sensacionais e só lembro com algum detalhe de uma, envolvendo o meu carro e o do Marcos Silva. Entrei no retão e o Marcos veio para me ultrapassar, pois ele estava em primeiro e eu não tenho a mínima idéia da minha posição naquela hora, ao chegar próximo ao curvão eu desviei para a direita, segundo o Marcos, batemos e fomos parar no barranco. Os dois carros terminaram o retão capotando lado a lado. Por sorte nada aconteceu com os carros e a corrida do Marcos não foi prejudicada. Mas atire a primeira pedra quem nunca deu uma “fechada” básica em alguém!

O hit terminou com o Marcos em primeiro, Márcio Sanita correndo com uma Alpha R4 em segundo e Carlos Dalcol em terceiro.
Entre este hit e o segundo foi realizada a final da 1/10 Light e os pilotos da GT2 e Pró ajudaram na gandulagem.

O segundo hit foi iniciado por volta das 15:00 horas e as disputas também foram emocionantes. No meu caso foi frustrante pois meu carro não andava, se arrastava pela pista e não adiantava afinar ou engordar, encerrei minha participação com 16 voltas em 14 minutos. Mas a emoção ficou por conta dos “pegas” entre o Marcos e o Márcio durante toda a prova. No final o carro do Marcos teve um probleminha que o obrigou a parar no Box e começar uma perseguição ao Márcio. Não deu tempo para alcançá-lo e o Márcio terminou a prova em primeiro, o Francis em segundo e o Marcos na terceira colocação com 1 volta atrás.

A grande surpresa desta etapa foi a participação do Márcio Sanita que “não gosta de correr” (imaginem se gostasse!) com a nova bolha da Alpha RC, a R4, que mostrou que veio prá ficar e ganhar provas. Esta foi a estréia da R4 em competições e ela promete, além de bonita foi aprovada na pista.

Na divulgação dos resultados a Diretoria de Prova enganou-se na interpretação do regulamento, o que não foi percebido por nenhum presente, e inverteu a premiação do primeiro e segundo lugar.

A classificação, correta, após os dois hits ficou com Márcio Sanita em primeiro, Marcos Silva em segundo e Francis Soppa em terceiro. O piloto Francis está em sua segunda participação em provas do campeonato e já abocanhou um 3º lugar! Parabéns!

Durante o evento aconteceu um fato que merece nosso relato e nosso aplauso. O piloto Francis estava gandulando durante a final da 1/10 pró e ao retornar ao seu posto, durante a prova, errou o “golpe de vista” e foi atropelado pelo carro do Hamilton Neto, que liderava a prova. Com o choque nada aconteceu com o Francis mas quebrou a suspensão do carro do Neto e acabou a corrida para ele. Era o retorno do Neto a uma prova do 1/10 Pró neste ano! Mas o seu preparador e presidente da Dino Racing, a maior equipe de rc do Brasil, Hamilton Jr, num gesto de esportividade e de fair play, entregou uma camiseta da Dino Racing ao Francis como sinal de que não existiam rancores pelo acontecido. Mas, e sempre existe um “mas”, o Hamilton perde um amigo mas não perde uma piada, entregou também um rolinho de papel higiênico para o Francis limpar a “besteira”! Foi a final da premiação com um toque de humor e companheirismo que só enaltece nosso esporte e nossa associação.

O campeonato permanece equilibrado e ainda indefinido. Alexandre Hirata e Edison Gomez que eram 1º e 2º até a 3ª etapa caíram para a 5ª e 6ª posição e a liderança agora é do Marcos Silva e em 2º o Bráulio Jr, que só marcou 2 pontos nos hits.

Agradecemos a recepção do pessoal da 1/10 Pró e Light e do presidente da CAAR, Nilton Ohta que já deixou as portas abertas para outras etapas em conjunto.

E vamos preparar os carros para a próxima etapa!

Foto: Nilton Ohta
Fonte: Luiz Gustavo Morano

Nenhum comentário: