quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Quem ganhou?

Quando colocamos no ar o resultado de uma etapa do paranaense o que todos mais querem saber é quem ganhou a etapa. Desta vez, podemos dizer que a etapa teve vários vencedores, como assim? Pela primeira vez neste ano usamos o nosso formato de corrida para até 24 pilotos pois contamos com a presença de 13 pilotos ao todo.

Com a competição acirrada, todos evoluíram seus tempos de voltas e a própria pista teve seus recordes batidos. Mas quem ganhou efetivamente? O nosso amigo Felipe Franceschi com seu XRAY T3'11 levou a etapa e o recorde da pista com 14.012 (o recorde anterior era 14.024 do Gonzaga).

Com a presença de Diogo Maia, vindo pela 2ª vez de Joinville e de Ale Kimura, Adalberto Neri e Felipe Franceschi de São Paulo nossa competição teve um excelente grid, competitivo e abençoado por um ótimo tempo, 2 de Novembro, finados, com SOL em Curitiba é algo raro.

O objetivo de Felipe era tentar quebrar a barreira dos 14 segundos por volta más aqui percebeu que a tarefa não era tão fácil assim. Contando com Felipe outros 4 pilotos andaram na casa dos 14.0 indo de 14.012 a 14.098 dando assim mais emoção ao evento.

Com a participação do atual campeão brasileiro e paulista de elétrico todos se animaram e andaram mais rápido e por mais voltas. Até a 5ª etapa o recorde de volta em 8 minutos era 32 voltas, Felipe foi o primeiro a fazer 33 voltas e depois disso 33 voltas virou o número de voltas para ganhar os heats ou garantir ótimas posições.

Somente Felipe, Flávio e Lincoln conseguiram atingir este número de voltas mas o recorde de 33 voltas em menor tempo ficou com Felipe. O tempo ajudou, a pista ajudou e tudo foi muito bom resultando em uma satisfação geral com o evento. Foi bom para os pilotos, bom para o campeonato e bom para a associação.

Falando mais da corrida em si, com 13 pilotos foram criados 2 grupos (A e B) distribuindo após a tomanda de tempo (flying lap) os ímpares no grupo A e os pares no grupo B. O resultado da tomada de tempo foi o seguinte:

1- Felipe Franceschi - XRAY T3'11
2- Flávio Loures Salinet - XRAY T3'11
3- Luiz Sergio Gonzaga - Tamiya TRF417
4- Adalberto Neri - Hot Bodies TCX

5- Marcos Silva - Sakura Zero
6- Otávio Langowski - Tamiya TRF417
7- Diogo Maia - XRAY T3'11
8- Sandro Lopes - XRAY T3'11
9- Lincoln Almeida - Corally PHI
10- Alexandre Kimura - Tamiya TRF417
11- Miguel Woller - XRAY T3
12- Nilton Ohta - Corally RDX
13- Edson Lima - XRAY T3'11

A briga então foi de longe, Felipe no Heat A e Flávio no Heat B cada um ganhando seu heat mas no somatório Felipe Franceschi ganhou todos os heats no geral e levou o primeiro lugar mais o recorde da pista.

Aqui vemos Felipe Franceschi olhando atentamente o carro de Flávio Salinet. Só para informar, Felipe o carro está a venda viu!?


Agora, que venha a última etapa e esperamos a presença do Felipe novamente pois ele gostou das nossas corridas. Falando do campeoanto, Flávio Salinet abriu mais 2 pontos de Gonzaga e agora vale tudo na última etapa pois nosso campeonato não tem descarte nem de heat, nem de etapa nada. Vale todos os heats de cada etapa e vale todas as etapas.

Para quem quiser ver como foram os pegas seguem os resultados de cada heat A e B.


Dia 20 de novembro nos vemos na CAAR para a decisão do campeonato e finalizando agradecemos a presença dos amigos de fora que vieram nos prestigiar engrandecendo nossa etapa.

Fotos: Nilton Ohta

Nenhum comentário: