quinta-feira, 29 de março de 2012

Baterias LiPo, mais sobre elas!

Nosso amigo Luiz Gustavo mandou uma matéria que ele traduziu e adaptou sobre baterias LiPo. Acho interessante todos saberem mais sobre estas nossas baterias. Vamos a ela:

"BATERIAS LIPO: Vantagens, inconvenientes e cuidados no processo de carga e armazenagem.

As baterias LiPo ou de Polímero de Lítio vieram para solucionar muitos problemas e trouxeram um grande avanço para muitas disciplinas do radio controle, devido às vantagens que apresentam, e que principalmente são:

• Sua alta densidade de energia que praticamente dobra a das de NiMh.
• Tem muito menos volume e oferecem um formato mais prático, o que as torna mais manuseáveis.
• Alto nível de descarga
• Alto nível de voltagem por célula, o que permite maiores voltagens em menor espaço.
• Resistencia interna pequena, o que faz que se possa aproveitar quase 100% da energia disponível.

Não obstante, são muitos os rumores que se ouvem acerca da periculosidade das baterias de LiPo, e que também apresentam alguns inconvenientes:

• Em termos gerais, a carga não é rápida, temos que ter em mente que o processo de carga será mais demorado. O mercado oferece LiPos com velocidades de carga superiores a 1C e também carregadores preparados para esta opção, mas seu preço é superior.
• É necessário um carregador específico, não vale qualquer um.
• É proibido curto-circuita-las, e não se dão bem com aumentos de temperatura nem sobrecargas.
• Tampouco são amigas dos abusos, como por exemplo uma descarga profunda ou um consumo acima do nível normal.

Em resumo, podemos dizer que isto é como todas: as baterias LiPo não são mais perigosas que qualquer outro tipo de bateria, o que ocorre é que requerem um uso mais delicado que as baterias convencionais de Ni/Cd ou Ni/Mh, e portanto é necessário ter em conta algumas considerações para sua manipulação e sobretudo para seu processo de carga.

De fato, a maior parte dos acidentes domésticos surge como consequência de uma incorreta utilização, sobretudo de não respeitar valores limites, ou então utilizar estes valores com dispositivos não adaptados a estes níveis; já que o mercado também oferece dispositivos/carregadores que fazem corretamente, mas é claro, a um preço mais alto como já comentamos.

Assim vamos repassar uma série de dicas para que seja mais fácil saber quais pontos temos que ter em conta como mínimo no processo de carga deste tipo de baterias. Muitas delas são de conhecimento geral, mas não custa recorda-las.

• É aconselhável utilizar um carregador com balanceador (tem alguns que tem de série, e para os que não têm existem balanceadores externos). Com o uso deste equipamento, os elementos chegarão aos valores limites por igual, sem que haja nenhum que ultrapasse os outros.
• Utilize sempre um carregador que tenha sido desenvolvido para LiPo (não utilize outro qualquer para baterias convencionais), o processo de carga destas baterias é muito particular e requer um carregador adaptado a este processo.
• Assegure-se sempre (revisando duas vezes se for preciso), que os ajustes do carregador correspondem com o pack que se pretende carregar (número de células, tensão e corrente de carga são parâmetros muito importantes). Se tiver dúvida sobre que valores são os corretos, escolha um valor pequeno para a corrente elétrica, para evitar a acumulação de calor na bateria.
• A maioria das baterias LiPo devem ser carregadas a um máximo de 4.2 volts por célula e descarregar a não menos de 3 volts por célula. Tente manter-se sempre entre estas margens.
• Assegure-se de que os conectores estão corretamente posicionados. Inverter a carga de uma bateria LiPo pode ter consequências muito ruins, como danificar a célula ou um incêndio ou chegando ao extremo de uma explosão.
• Tenha a precaução de colocar seu carregador sobre superfícies que não sejam facilmente inflamáveis, como fórmica, aço, cerâmica ou pedra. Evite superfícies de madeira, como mesas, cadeiras, nem tampouco utilize carpetes.
• Se quiser mais segurança, utilize as bolsas especiais à prova de fogo para colocar a LiPo durante a carga.
• Não carregue a bateria próxima de líquidos inflamáveis.
• Não carregue a bateria quando estiver instalada no automodelo. Se algo falhar pode repercutir em seu carro.
• As baterias LiPo devem ser carregadas a temperatura que está entre os 0 e 50ºC.
• Não deixe as baterias desatendidas enquanto durar a carga. Revisa a cada 5-10 minutos se está subindo muito a temperatura do pack. Que esquente um pouco é normal, mas se nota que a temperatura é excessiva (se esta muito quente para toca-la), desconecte imediatamente da carga e deixe esfriar.
• Não carregue as baterias no interior de um veículo e muito menos em movimento; nem deixe a bateria no interior de um veículo durante um longo período de tempo. Os excessos de temperatura podem danifica-la.
• Não carregue a bateria com uma corrente de carga superior a 1C (a não ser que tenha adquirido uma bateria de maior preço onde p fabricante assegura que a velocidade de carga pode ser maior).
• Nunca carregue uma bateria LiPo defeituosa ou danificada, que esteja estufada por alguma sobrecarga ou que tenha a embalagem perfurada ou rasgada por algum acidente.
• NUNCA, em nenhuma circunstancia curto-circuite a bateria (deixar que entrem em contato os cabos vermelho e preto). Pude danificar rapidamente a célula de forma permanente, podendo incendiar-se ou explodir.
• Se puder carregar em áreas com extintor será muito melhor, para prevenir. Se não é o caso, como na maioria das vezes, tenha em conta o comentado anteriormente e sobretudo longe de áreas com água. Lembre-se que a eletricidade e a água não se dão bem.
• Cheque o pack durante a carga, e se notar que estufa, desconecte a bateria do carregador, deixe-a em uma superfície apropriada durante 15 minutos e observe se volta ao normal; em caso contrário é melhor trocar por outra; não utilize baterias danificadas.
Como vemos, muitos destes passos resultam de aplicarmos um pouco de lógica, como dissemos, e respeitando os parâmetros ideais não deve haver nenhum problema.

E quanto a sua armazenagem, lembre-se que para estas baterias se recomenda guarda-las a meia carga, para prolongar sua vida útil e que durem mais tempo e em melhores condições. Estas baterias se descarregam com maior lentidão que outras convencionais, mas mesmo assim também o fazem, pelo que não devemos guarda-las descarregadas, e de vez em quando é aconselhável testar se a sua voltagem tenha baixado de 3 volts por elemento (nível que já se começa a considerar de descarga), já que pode danificar a bateria, inclusive com um curto-circuito interno."

Valeu pela matéria Luiz, com certeza vai ajudar muita gente que está começando agora. Pode mandar mais coisa se tiver.

Fonte: CochesRc.com
Tradução e adaptação: Luiz Gustavo Moura

Nenhum comentário: