domingo, 15 de junho de 2014

Clima, corrida...típico de Curitiba!

Hoje foi realizada mais uma etapa do Campeonato de Super Stock ou como chamam agora, EP e da Clássicos. Antes de darmos a palavra ao presidente da CAAR, Lincoln Almeida, vamos alguma observações pessoais.

A chuva tentou atrapalhar o que foi um show mas São Pedro estava com muita vontade de ter um domingo emocionante e a chuva parou e no fim do dia ainda tivemos uma ameaça de sol. Típico clima curitibano.

Na Clássicos tivemos um grid lindo, todos sentiram a falta do atual Campeão Sul Brasileiro Michel Franque e todos aguardam o piloto no brasileiro e nas outras etapas do campeonato. Clássicos com 11 pilotos e agora esperamos estes pilotos no brasileiro. A inscrição dessa categoria está meio morna... vamos lá pessoal. Onde estão os 11 pilotos? 

O último mas não menos importante ponto da Clássicos foi a pilotagem do garoto João Almeida. Andou muito bem e mereceu seu resultado. Falta um pouco de experiência e manha de pista mas com certeza até o fim do ano veremos o João obter resultados melhores. Continue treinando João... torcida tem bastante então vai pra cima dos "velhos".

Na Super Stock, foi emocionante assistir os heats. Ver 3 ou 4 pilotos separados por décimos... lindo. Muito equilibrado e esta etapa foi a estrea de Alexandre Hirata na EP mas o piloto conhece bem a CAAR e mostrou seu talento vencendo a primeira etapa.

Com certeza Alexandre Hirata andou muito, ele e Fabiano Franco disputaram muito a cada heat chegando a estar empatados em pontos no heat 4 dando o 1º lugar à Hirata pelo critério de desempate. A decisão seria no heat 5 pois quem chegasse na frente levaria a etapa.

Hirata largou na pole do heat A seguido por Fabiano Franco nas primeiras voltas ambos os pilotos se envolveram em uma colisão ambos conseguiram manter suas posições e continuaram a disputa mas faltando pouco menos de 2 minutos Fabiano Franco consegue ultrapassar Hirata e logo em seguido é atingido por trás por Hirata que merecia um Stop & Go e assim a etapa seria de Fabiano Franco.

Seria... mas no exato momento da colisão o diretor de prova deu uma olhada na melhor volta de Rodrigo Stella e perdeu o lance. Alexandre Hirata pede desculpa a Fabiano Franco que, reclama com o diretor de prova mas... como o diretor não viu a colisão não deu a punição e assim Alexandre Hirata levou a etapa com 1 ponto na frente de Fabiano Franco.

Mesmo com este resultado, o saldo foi positivo para Fabiano Franco pois como foi a primeira etapa disputada por Hirata o campeonato segue com Fabiano na liderança seguido por Willian Capitelli que chegou em 3º no geral.

Agora é ver se Alexandre Hirata se anima para correr no brasileiro pois performance pra isso tem e torcer por nossos pilotos preferidos neste que será com certeza o maior brasileiro de EP de todos os tempos pois já temos 30 pilotos inscritos e só gente alta qualidade. Com certeza os melhores do Brasil estarão na CAAR dias 26 e 27 de Julho. Somando os títulos brasileiros de cada piloto, temos mais de 20 títulos em várias categorias.

Agora, vamos ver como foi a corrida nas palavras de Lincoln Almeida, presidente da CAAR.

"Etapa de sucesso absoluto.
Realmente valeu... tivemos hoje etapa do paranaense EP e Classicos.
O dia começou meio esquisito com chuva, a diretoria falou com os pilotos e todos toparam correr na quinta feira feriado. Entretanto não teve o por que, pois as 11 da manha parou a chuva e a galera agarrou o rodo e deixaram a pista a contento para iniciarmos as atividades.

Classicos.
A galera voltou ... isso ai com algumas mudancas no regulamento aonde a diretoria Caar esta tentando equalizar as performances o pessoal resolveu voltar e voltou pesado. Sentimos a falta do Michel RC Drift e esperamos que ele volte rapidamente.

Na tomada de tempo, o mais rápido foi Chico Luiz Francisco Andrade Lima, seguido de Otavio Augusto Langowski e Joao João Manoel Anciaes Almeida que estava estreando seu carro novo, um Xray T4 de pedigree, pois era o carro de Jonas Ferstemberg.
Os Heats foram muito equilibrados, tivemos duas corridas em paralelo, os três primeiros e os outros 11. Isso mesmo galera, 11 pilotos na classicos. Grid cheio.....
Otávio não deu chance e levou todas. A sua experiência faz a diferença na clássicos. 
Ja a segunda posição, foi um pouco mais disputada, aonde Joao deu uma canseirinha em Chico Lima. A galera estava torcendo para João.. mas a falta de experiência ainda fez a diferença. Jaja ele será um osso duro de roer.

Ao final dos 5 heats, a prova ficou assim...
1 Otavio Langowski Tamiya
2 Chico Lima CSO
3 Joao Manoel X Ray
4 Rafael Langner ARC
5 Nélio José Smolareck X Ray
6 Guilherme Hiekis X RAY
7 Leonardo Ferrari Capricornio
8 Luiz Carlos Andrade Lima Jr. Sepent
9 Marco Antonio Melo CSO
10 Andre Woller X Ray
11 Crys Borges Arc.


EP
Ja na EP, Lincoln Almeida fez a terceira pole consecutiva, seguido de Vitor Ohta a 1 centésimo
de Lincoln.
Os heats foram muito concorridos, como a pista não estava 100% o pessoal subia a reta e morria de medo do curvão. hahahaha
Em todos os heats era comum ver 3 4 5 pilotos passando juntos pela linha de chegada.
Fabiano Tkl Franco, mostrando estar muito bem preparado e constante, nem sempre era o mais rapido mas sempre constante.
Alexandre Hirata, muito rapido tambem fez bonito.

O evento teve 5 de 6 heats, pois estava escuro e a direção corretamente decidiu não fazer o ultimo heat.
Inclusive no Heat 5 que estavam Fabiano Franco e Alexandre Hirata disputando a prova tiveram uma batida e Fabiano Franco reclamou a direção de prova e gerou uma pequena discussão entre o piloto e o Diretor.

Ao final do evento as colocações ficaram assim.
1 Alexandre Hirata Capricornio
2 Fabiano Franco XRAY
3 Willian Capitelli XRAY
4 Lincoln Almeida ARC
5 Rodrigo Xray Sqn Yokomo
6 Edson LIma X RAY
7 Adi Araminho ARC
8 Otavio Langowiski X RAY
9 Miguel Woller XRAY
10 Edison Oliveira Gomez ARC
11 Gustavo Gustavo Resende Castanho Xray
12 André Franchi YOKOMO
13 Vitor Otha Capricornio
14 Kiddy Deborah Leo Ike Xray
15 Chico Lima CSO
16 Lucas Baruffi X Ray

Isso mesmo 16 pilotos.. que coisa maravilhosa, motivo de orgulho para todos os associados.
Valeu moçada... Agora é o Brazuca.... nos vemos na pista.
Aguardamos os amigos de SP que vem treinar para o brasileiro no sábado.
Diretoria Caar."

A tabela e parcial da Super Stock estará no ar hoje ainda já  a tabela da Clássicos irá demorar um pouco pois temos que adequá-la ao novo regulamento que prevê 5 heats. Mas fiquem ligados e nos veremos em breve no Campeonato Brasileiro de 2014.

Fonte: Lincoln Almeida

sábado, 7 de junho de 2014

Phenix, com certeza como a Phenix!

Muita coisa aconteceu com o nosso automodelismo elétrico aqui no Paraná, muita coisa boa e uma coisa ruim... um dia ele acabou! Acabou sim, por falta de adeptos o nosso amado EP morreu em outubro de 2008 era o fim da Dino Speedway e fim do nossos campeonatos de elétrico. 


Mesmo com o fim, a FS MODELSPORT MZ continuou trazendo peças e praticando esse maravilhoso hobby. Ouvimos de muitos pilotos que deveríamos acabar com este nosso portal que é voltado ao automodelismo mas com uma grande vinculo com o elétrico.


Muita gente falando, abandona o EP os carros nitro são a vez agora... ouvi isso de coração partido mas sempre andando com meu EP na CAAR. Naquela época, tinha o Lincoln Almeida indo correr em SP e aqui ainda tinha gente com seus EP parados. Em 2009 tivemos um ano turbulento que não vem ao caso entrar em detalhes mas tudo se resolveu.


Chegou 2010, continuávamos indo andar na CAAR mas agora sempre acompanhado do André Brandt e Luiz Sergio Gonzaga... grande véio, reclama muito mas foi um dos pilares do retorno do elétrico. Era todo sábado Flávio Salinet, André Brandt e Gonzaga acelerando e todo mundo vendo que a gente andava muito, sempre fazendo pega, se divertindo e quebrando pouco.


Andávamos sem pretensão alguma, o objetivo era a pura diversão. Naquela época todos migramos para um mesmo motor e baterias e fomos andando. O grupo chamava a atenção... "Vocês não param, andam sem quebrar e sempre com um sorriso no rosto!" diziam alguns. E isso foi atraindo mais gente que queria brincar, gente que estava cansado de andar em outra categoria só com quebra e manutenção.


O grupo que era de 3 foi aumentando... 5 pilotos, 7 pilotos e chegamos no fim de 2010 com 11 caras se divertindo todo sábado de EP na CAAR. O detalhe que a coisa toda começou a bombar em outubro de 2010 e nessa época já tínhamos o apoio do então presidente, Kenedi Quequi, que abriu as portas para o EP e GT na pista da CAAR.


Nessa hora, Flávio Salinet e Gonzaga resolveram dar um passo maior... "Vamos fazer um campeonato de Super Stock em 2011" pensaram os dois. Teve gente rindo, "não vai dar certo!" falavam... outros diziam:  "...o regulamento é imposto, vocês são os donos do Campeonato?" Mas o que era apenas uma idéia, vingou e o campeonato foi realizado com sucesso. Tivemos grid de até 18 pilotos, de morto a 18 pilotos... em 2004 a 2008 que estávamos indo bem éramos 14 pilotos.


Que alegria saber que o empenho de Flávio Salinet, Luiz Sergio Gonzaga, André Brandt e Lincoln Almeida rendeu frutos e como a Phenix,  ressurgiu das cinzas. Em 2012 e 2013 o sucesso só foi confirmado... realizamos campeonato brasileiro e o nosso paranaense tendo cada vez mais inscritos.

E agora, onde estão os que falavam mal? É gente... deu certo! Fomos bem sucedidos gente! E hoje, Flávio Salinet e Luiz Sergio Gonzaga podem ver o auge de seu sonho... através do trabalho da atual diretoria o nosso EP  "Zumbi" vai ter outro Campeonato Brasileiro realizado na CAAR e desta vez com um grid de dar inveja a outras categorias tidas como as principais do Brasil! 


E mais uma coisa, um grid não só grande, mas com grandes talentos também... nessa lista temos pelo menos 20 títulos brasileiros de automodelismo. Campeões de nitro e elétrico, de on-road e off-road... abaixo temos alguns nomes de campeões em negrito:



Categoria Stock

27 - Sandro Lopes - PR
26 - Rafael Felicio - CE
25 - Andre Franchi - PR
24 - Edson Lima - PR*
23 - Rafael Derderian - SP
22 - Edson Gomez - PR
21 - Leandro Rodrigues - PR
20- Fabiano Franco - PR
19- Gilney Kiddy - PR
18- Otavio Langowski- PR
17- João Helio Costa Silva - SP
16- Willian Alberto Capitelli - PR*
15- Luis Vinicius Castro de Azevedo - RJ*
14- Vitor Ohta - PR
13- Erich Heshiki - SP
12- Lincoln Almeida - PR
11- Cesar Salvadori - SP
10- Fabricio Zamperetti - SP
09- Denis Pickthall - SP
08- Bruno Tamassia - SP
07- Henrique Winik - SP
06- Davi Cesar Coelho - SP
05- Marcelo Servidone - SP
04- Nilton Araujo - RJ
03- José André Vieira Pantalone - SP
02- Mauricio Cardoso - SP
01- Luiz Felipe Castori de Souza - SP


Nos desculpem se esquecemos alguém mas o importante é isso... 27 pilotos inscritos e só temos 3 vagas sobrando. Lindo, muito lindo isso! E além da Super Stock, ainda teremos a nova categoria do PR, a Clássicos que já é uma velha conhecida do pessoal de São Paulo. Na Clássicos temos os seguintes pilotos inscritos:


Categoria Classicos
06 - Marco Antonio Mello - PR
05 - Marcio Zsiga - SP
04 - Marcelo Daud - SP
03/18- Otavio Langowski - PR
02/17- João Helio Costa Silva - SP
01- Joao Manoel Almeida
Véio, conseguimoooossssss!


É uma pena, os idealizadores do retorno da Phenix... os dois que colocaram a cara a tapa em 2011 não vão estar correndo neste lindo campeonato de 2014 mas podem ter certeza. Lincoln Almeida e Willian Capitelli, atual diretoria da CAAR, com certeza Gonzaga e Flávio Salinet estarão na torcida pelo melhor campeonato de elétrico de todos os tempos. O marco do EP no Brasil!


Que chegue logo o dia 26 de julho e com céu de brigadeiro e pista com o melhor grip possível!