quarta-feira, 6 de julho de 2016

No mundo do R/C, uma senhora!


Em OUTUBRO de 1996 alguns loucos resolveram sair dos estacionamentos de mercados, secretariaspúblicas e outros lugares nada apropriados para a prática do modelismo e montar uma pista própria.

O traçado original foi desenhado pelo Joel Nisio, muitos hoje acham sem graça mas na época sair de um estacionamento e ir para uma pista era o céu. Até OVAL era maravilhoso.

Quem participou do início da CAAR sabe como era andar em uma pista onde o miolo era terra e pedras pois a grana estava curta para plantar grama ou outra coisa qualquer.

Lembram Marcelo Gubert, Aurelio Siu Hang,  Wagner Mineo Hirata, Nélio José Smolareck. Demorou mas com o tempo fizemos o preenchimento do miolo com concreto e no início a divisão da pista era feita com corda de navio.

Na torre de pilotagem de madeira gastamos R$3.000,00 em 1997 (na época era praticamente
US$3,000.00) e ainda foi tópico de muita brincadeira por parte dos associados da extinta APARC. Era coisa do tipo: "O palanque de vocês é de madeira, coisa de pobre. Que lixo!"

Pois é APARC tinha uma grande estrutura mas... CAAR ainda vive e a APARC morreu!

Muita história nestes 20 anos de CAAR. A velhinha está viva e ainda dá um bom caldo. Só quem conheceu a CAAR a 20 anos para saber como a pista evoluiu muito e hoje tem uma estrutura invejada por muitos e adorada até por pilotos de São Paulo que contam hoje com a AARC (excelente pista). Certo Fabricio Zamperetti?

Outubro.... 20 anos da CAAR! Vai ter festa? Festa não sei, mas vai ter corrida e se Deus quiser, corrida da boa!!!

Fotos: Chico Lima, Kenedi Quequi e Willian Capitelli

Nenhum comentário: